Vaivém das Commodities: Etanol

Com uma demanda forte e preços mais atrativos do que os da gasolina, o volume de álcoolhidratado negociado pela usinas paulistas, de abril a dezembro últimos, superou em 46,5% o de igual período anterior. Os dados são do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada).

*Texto extraído da coluna Vaivém das Commodities.

Mauro Zafalon
Fonte: Folha de S. Paulo